Críticas

Paulo Câmara: “Governo Federal não tem estratégia para enfrentar coronavírus”

O governador pediu pediu que os cidadãos fiquem em casa durante o período de restrições por causa do avanço do novo coronavírus.

Paulo Câmara: “Governo Federal não tem estratégia para enfrentar coronavírus”

Paulo Câmara inaugura ponte em Bodocó/ Foto: Foto: Beto Figueiroa

Publicado em 27 de março de 2020 - 10:45

Por

Paulo Câmara inaugura ponte em Bodocó

Paulo Câmara/ Foto: Foto: Beto Figueiroa

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), pediu durante entrevista que os cidadãos do estado fiquem em casa durante o período de restrições por causa do avanço do novo coronavírus e criticou a condução do Governo Federal diante da crise da covid-19.

“Tenha paciência, não é fácil, mas é um esforço em favor da vida. Para a gente poder se estruturar e cuidar das pessoas contaminadas mais na frente”, disse Paulo.

O governador criticou a postura do Governo Federal em meio à crise do coronavírus e disse que a gestão do Planalto não apresenta estratégia para o enfrentamento à covid-19.

“Politização é ruim. Estamos ouvindo quem entende e faz as recomendações para ficar em casa. Governo Federal não cuidou, não distribui equipamentos, não tem estratégia nacional. Qual o plano de verticalização? Não tem! Olha pro próprio umbigo e não olha para o povo. População, tenha paciência, não é fácil, mas é um esforço em prol da vida. Peço que governo federal aja, veja
os mais vulneráveis. Quero esforço mútuo, não fazer disputa”, disse Câmara.

Segundo o governador, as medidas tomadas pela gestão têm tido resultados positivos. “A gente está conseguindo, essa semana mostrou isso, ter um crescimento de casos confirmados menor do que outros estados brasileiros. Mas estamos conscientes de que esses números tendem a crescer. Para a primeira semana de restrições mais severas, estamos alcançando o crescimento um pouco menor do que se não estivéssemos tomando as medidas. Poderia estar pior aqui em Pernambuco”, acrescentou Paulo.

“O governo quer cuidar das pessoas, salvar vidas. Sabemos que as medidas são duras. Avaliamos todos os dias e vemos onde podemos ou não fazer ações para minimizar damos. A população pode ter certeza que estamos trabalhando com transparência. O governo (federal) precisa de uma coordenação. A preocupação é o que faz com que a população fique inquieta e a gente tem que buscar formas para que a população fique em casa com garantia que não lhe faltar nada”, afirmou o governador.

Até a quinta-feira (26), Pernambuco tinha 48 casos confirmados da covid-19, sendo 3 mortes.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com