Fiscalização da Guarda Municipal do Cabo e 18º BPM fecha estabelecimentos que ignoram decreto estadual

Equipes encontraram 10 lojas descuprindo a determinação. Os responsáveis pelos estabelecimentos – barbearias, floricultura, bomboniers entre outros – foram orientados a fecharem.

Cabo

Publicado em 27 de março de 2020 - 00:44

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Fiscalização no comércio do Cabo de Santo Agostinho

Fiscalização no comércio do Cabo de Santo Agostinho. Foto: Divulgação

A  Guarda Municipal do Cabo de Santo Agostinho  e  o 18º Batalhão da Polícia Militar estão fiscalizando as áreas comerciais do município. A ação visa garantir o cumprimento do decreto estadual que suspende às atividades do comércio considerado não essencial, neste período de prevenção contra o Covid-19.

Na quinta-feira (26) pela manhã, as equipes encontraram 10 lojas descumprindo a determinação. Os responsáveis pelos estabelecimentos – barbearias, floricultura, bombonieres entre outros –  foram orientados a fecharem.

Fiscalização no comércio do Cabo de Santo Agostinho

Fiscalização no comércio do Cabo de Santo Agostinho Foto: Divulgação

“Estamos solicitando o fechamento com base no decreto estadual”, ressaltou o comandante da Guarda, Paulo Farias. A medida não vale para supermercados, mercados, padarias, casa de rações, feiras livres, farmácias, oficinas e postos de combustíveis. Mas esses estabelecimentos deverão intensificar as ações de limpeza e manter distanciamento entre os clientes.

Os estabelecimentos comerciais que não atenderem ao decreto poderão sofrer medidas mais severas. “A equipe está nas ruas para poder fechar o comércio que não seguiu a determinação do decreto. Em caso de descumprimento, o local será notificado, pois trata-se de crime previsto no código penal.”, ressaltou o sargento da Polícia Militar, Genildo Ferreira.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura de Abreu e Lima

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com