Lava Jato

Eduardo Cunha vai para prisão domiciliar após fazer teste para Covid-19

Perante a 13ª Vara Federal, Eduardo Cunha foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão em regime fechado. A título de reparação de danos, multa e custas processuais, foi condenado também ao pagamento de R$ 5,1 milhões.

Eduardo Cunha vai para prisão domiciliar após fazer teste para Covid-19

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, durante entrevista coletiva, fala sobre regra para aposentadoria (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Publicado em 27 de março de 2020 - 02:01

Por

 Marcelo Camargo/Agência Brasil

Preso preventivamente desde 2016, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha vai para prisão domiciliar por pertencer a um dos grupos de risco da Covid-19. Cunha tem 61 anos e aguarda resultado de exame para o coronavírus. Na decisão desta quinta-feira (26/3), a juíza substituta da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, Gabriela Hardt, definiu, ainda, que ele próprio deverá arcar com os custos da tornozeleira eletrônica que passará a usar.

Com tal decisão, restaria vigente apenas o mandado de prisão preventiva expedido pela 13ª Vara Federal de Curitiba. O Ministério Público Federal foi contra o pedido. A defesa informou que relatório médico do ex-deputado de quarta-feira (25/3) reportou que o médico do ex-deputado apresentou sintomas gripais e testou positivo para a doença. Cunha fez o exame e o resultado deve sair em 48 horas. Caso dê negativo, ele repetirá o exame em sete dias, o que justificaria sua permanência no hospital.

Fonte: jota.info

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com