Apenas 12% das mortes na Itália têm como causa direta a Covid-19

De acordo com uma avaliação do Instituto Nacional de Saúde da Itália, apenas 12% das vítimas tiveram como causa direta da morte a Covid-19.

Avaliação

Publicado em 26 de março de 2020 - 17:18

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Mortes na Itália por coronavírus

Mortes na Itália por coronavírus/ Foto: EFE/Giuseppe Lami

Uma pesquisa feita pelo Instituto Nacional de Saúde da Itália aponta que a forma como as mortes são registradas no país pode estar impactando no alto número de óbitos entre os italianos.

De acordo com o professor Walter Ricciardi, que é consultor científico no Ministério de Saúde da Itália, todas as pessoas que morrem em hospitais com o coronavírus são consideradas mortas pelo coronavírus.

“Na reavaliação do Instituto Nacional de Saúde, apenas 12% dos atestados de óbito mostraram causalidade direta por coronavírus, enquanto 88% dos pacientes que morreram têm pelo menos uma pré-morbidade. Muitos tiveram duas ou três”, declarou.

No relatório do Instituto Nacional de Saúde da Itália, apresentado no dia 17 de março, com a análise de 355 mortes no país, apenas três pacientes (0,8%) não tinham quaisquer condições médicas anteriores. Do total, 49% dos óbitos eram de pessoas que tinham três ou mais problemas de saúde, outros 26% tinham duas e 25% tinham uma patologia.

Entre os problemas mais comuns registrados entre os mortos com comorbidade, 76% era de pressão alta, 36% de diabetes e 33% de cardiopatia isquêmica.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com