Ilegal

Greve de professores é ilegal e teve “adesão baixa”, diz Prefeitura do Recife

A greve foi deflagrada pelo Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede (Simpere) na terça-feira (10), contra o parcelamento do reajuste de 12,84%.

Greve de professores é ilegal e teve “adesão baixa”, diz Prefeitura do Recife

Prefeitura do Recife/ Foto: Katherine Coutinho

Publicado em 11 de março de 2020 - 17:07

Por

Prefeitura do Recife/ Foto: Katherine Coutinho

A Prefeitura do Recife afirmou nesta quarta-feira (11), através de nota que o primeiro dia de greve dos professores da rede municipal de ensino, que foi “surpreendida” pela paralisação e que considera o movimento “ilegal”.

“A decisão do sindicato em pleno ambiente de negociação só prejudica os 90 mil alunos da rede municipal de ensino e seus familiares”, diz a nota da Prefeitura do Recife.

Para a gestão municipal, no primeiro dia de greve, a “adesão foi baixa, já que 94% das unidades de ensino funcionaram total ou parcialmente e apenas 6% não funcionaram”.

“Mesmo diante da grave crise econômica que afeta as contas públicas em todo o país, a Prefeitura do Recife propôs o reajuste de 12,84% para toda a categoria, além de reajustar o abono educador, que é pago sempre no mês de outubro, em 9,54%”, defendeu.

Os professores são contra a forma como o reajuste foi proposto, através do parcelamento em três vezes. Uma nova reunião deve acontecer nesta quinta-feira (12).

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com