Recife

Unidades de Saúde do Recife recebem reforço de 43 novos médicos

Na ultima quinta-feira (05) o prefeito Geraldo Julio empossou os novos profissionais. A nomeação vai permitir que todas as unidades de saúde tenham médicos lotados, independentemente de aposentadorias ou licenças prolongadas

Unidades de Saúde do Recife recebem reforço de 43 novos médicos

Secretário de Saúde faz anúncio/ Foto: Ikamahã/ Secretária de Saúde

Publicado em 7 de março de 2020 - 11:14

Por

Os novatos atuarão nas unidades de saúde da família, policlínicas e maternidades da rede municipal de saúde. (Foto: Ikamahã/SesauPCR)

Na ultima quinta-feira (5), o prefeito Geraldo Julio empossou os novos contratados da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife. Ao todo, 43 novos médicos da Atenção Básica à Saúde aprovados na última seleção pública simplificada vão reforçar o quadro das Unidades de Saúde espalhadas pela cidade. Com a nomeação, todas as unidades da rede vão ter médicos lotados. A cerimônia que aconteceu no auditório do 15º andar do edifício-sede da PCR , contou com a presença do vice-prefeito Luciano Siqueira, do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

“Hoje é um dia muito importante com a nomeação desses 43 novos médicos, que chegam para completar todas as equipes de saúde da família do município. A população sempre precisa de um médico trabalhando na Unidade de Saúde da Família e agora a gente consegue completar todo o quadro e isso é sem dúvida nenhuma uma conquista muito importante. A gente tem investimentos feitos no Hospital da Mulher, o Hospital do Idoso, que está próximo de ficar pronto, construção de upinhas, mas o programa de saúde da família tem uma relevância muito grande, pois proporciona mais qualidade de vida para a população”, afirmou o prefeito Geraldo Julio. 

Os profissionais nomeados serão lotados em unidades de saúde dos oito Distritos Sanitários e começarão a trabalhar na próxima semana. Com uma rede que possui mais de 270 equipes de Saúde da Família, a contratação vai possibilitar ainda que todas elas tenham um profissional no grupo, compondo juntamente com os enfermeiros, os técnicos de enfermagem, cirurgiões dentistas, auxiliares de saúde bucal e agentes de saúde, a rede de Atenção Básica à Saúde do Recife. Os médicos vão atuar em consultas clínicas, pequenos procedimentos cirúrgicos, atividades em grupo na unidade de saúde, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários. O profissional ainda atua no desenvolvimento de ações de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação, entendendo as necessidades de saúde da população como resultado das condições sociais, ambientais e econômicas em que vivem.

O secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia destacou que os médicos contratados vão trabalhar em todos os aspectos de prevenção, promoção e acompanhamento de tratamento da população. “São profissionais que chegam em um momento muito oportuno, exatamente quando o protagonismo da saúde da família e das equipes de atenção primária ficam ainda maior nesse período do ano, inclusive para enfrentar o desafio do coronavírus. Mas sobretudo, esses profissionais vão ficar lotados naquelas unidades que estavam com deficiência de profissional, por motivo de aposentadoria, licença médica, por exemplo, essas são as principais prioridades. A população que estava naquele momento em sua unidade sem atendimento médico, passa a ter já na próxima semana, esse atendimento restaurado”, frisou o secretário. 

A seleção da Sesau Recife teve como objetivo promover a readequação da Rede de Atenção Básica à Saúde, que passa pela ampliação da Estratégia Saúde da Família. As novas contratações cobrem também o déficit de profissionais ocasionado, em parte, pela descontinuidade do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. Mesmo no cenário de crise e subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS), a capital pernambucana conseguiu ampliar a cobertura da Estratégia de Saúde da Família. Em janeiro de 2017, a cidade tinha 264 equipes de Saúde da Família, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde. Atualmente, são contabilizadas 278.

Flávia Ansay, especialista em Saúde da Família, é uma das nomeadas e voltou à rede após ter o contrato encerrado com o Programa Mais Médicos, do Governo Federal. “Além de cuidarmos da questão de saúde, damos atenção à questão familiar. A unidade de saúde trabalha muito a prevenção não só do indivíduo, mas de toda a comunidade; não só do paciente, mas de toda a família, enfim do domicílio como um todo. Nosso trabalho é um processo integrado, então é fundamental o trabalho em conjunto com os órgãos administradores, a Secretária de Saúde e a própria prefeitura. A saúde não é apenas a questão médica, mas também a questão social”, destacou Flávia. 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com