Policia Federal

Ex-secretário nacional de Justiça pagava mesada de R$ 50 mil, diz delator

Astério fez parte do governo Temer em 2017 e, anteriormente, comandou a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária entre 2003 e 2006, na gestão estadual de Rosinha Garotinho.

Ex-secretário nacional de Justiça pagava mesada de R$ 50 mil, diz delator

12/06/2017- Brasília- DF, Brasil- O Secretário Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, Astério Pereira dos Santos, durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado sobre a chacina ocorrida na fazenda Santa Lúcia, no Pará. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Publicado em 5 de março de 2020 - 11:00

Por

Portal de Prefeitura

O Secretário Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, Astério Pereira dos Santos.
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-secretário nacional de Justiça, Astério Pereira dos Santos, foi preso na manhã desta quinta-feira, em sua casa do Leblon, na Zona Sul do Rio, em mais um desdobramento da Lava Jato do Rio de Janeiro. Astério fez parte do governo Temer em 2017 e, anteriormente, comandou a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária entre 2003 e 2006, na gestão estadual de Rosinha Garotinho. Ele também é procurador aposentado do Ministério Público (MP-RJ).

Delator da Lava Jato, o Marcos Vinicius Lips, sub-secretário da Seap, afirmou ter sido informado que Astério Pereira dos Santos, ex-secretário nacional de Justiça, pagava mesada de R$ 50 mil.

A PF afirma que foi organizada uma rede por empresários e agentes públicos com apoio de dois escritórios de advocacia, que também beneficiaria integrantes do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro. O dinheiro recebido por meio desse esquema de corrupção estaria sendo dissimulado através do uso de pessoas jurídicas, laranjas e familiares dos envolvidos.

Image: Foto Reprodução

Da Redação do Portal com Informações do OAntagonista

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com