Imposto

Tereza Cristina diz ser contra ‘imposto do pecado’ proposto por Paulo Guedes

Para ministra a ideia de taxar bebidas alcoólicas, cigarros e doce “tem que ter uma avaliação mais profunda”.

Tereza Cristina diz ser contra ‘imposto do pecado’ proposto por Paulo Guedes

Foto: Ministério da Agricultura

Publicado em 12 de fevereiro de 2020 - 16:03

Por

Foto: Ministério da Agricultura

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse ser contra a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a criação do chamado “imposto do pecado”. As afirmações foram feitas em entrevistas divulgadas nesta quarta-feira (12) pelo Uol e pela Folha de S.Paulo.

Para Tereza, a ideia de taxar bebidas alcoólicas, cigarros e doces e de reonerar produtos da cesta básica “tem que ter uma avaliação mais profunda” e a taxação não pode ser resolvida “da noite para o dia”.

“O açúcar no momento é muito complicado e o álcool também. Sou contra porque está sobrando açúcar no mundo, com preço muito defasado. O etanol, queremos implementar esse mercado”, disse.

Apesar de inicialmente ser contrária à medida, a ministra disse que os debates internos devem continuar para que se chegue a um denominador comum.

“A Agricultura vai mostrar os seus estudos e os seus pontos para a equipe econômica”, afirmou. “Tenho certeza de que o ministro Paulo Guedes não quer causar inflação”, disse Tereza.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com