Defesa

Secretário de Geraldo recua após defender legalização de ‘drogas pesadas’

Murilo Cavalcante alega que “tenham distorcido” suas declarações sobre o tema.

Secretário de Geraldo recua após defender legalização de ‘drogas pesadas’

Foto: Reprodução Instagram

Publicado em 30 de janeiro de 2020 - 17:29

Por

Foto: Reprodução Instagram

O secretário de Segurança Urbana da cidade do Recife, Murilo Cavalcanti, recuou após a grande repercussão de uma entrevista de 2018, em que aparece defendendo a descriminalização de drogas pesadas. “Quem é usuário tem que ser tratado como uma questão de saúde pública e traficante de polícia. É lamentável que tenham distorcido isso”, disse.

“Lamento muito que queiram politizar uma coisa que não deve ser politizada”, argumentou o secretário.

Murilo disse que o uso de drogas é “devastador”, mas que “é uma estupidez encarcerar uma pessoa que está no consumo”. “Encarcerar alguém que não tem histórico de violência, não acho que essa é a política correta. Quem tem que ser encarcerado é o traficante”.

Criticas

Os vereadores do Recife, Renato Antunes (PSC) e Fred Ferreira (PSC), criticaram as declarações do secretário, Para o vereador Renato Antunes (PSC), houve um lobby para uma prática que na sua visão é ilegal e criminosa.

Também em suas redes sociais, Fred Ferreira repudiou as declarações de Murilo Cavalcante. “Horrorizado aqui com a declaração do Secretário de Segurança Urbana do Recife a favor das liberação de todas as Drogas e do Aborto. Isso é um absurdo minha gente”, escreveu ele.

O deputado estadual Pastor Cleiton Collins (PP), que compõe a bancada evangélica na Alepe, criticou o posicionamento de Murilo. “É com muita tristeza que venho me contrapor, protestar contra o secretário do Recife de Segurança Pública, Murilo Cavalcante, que se posiciona a favor da liberação do uso de drogas em nosso país”, disse o deputado.

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com