Polêmica

Secretário de Segurança Pública do Recife defende legalização de ‘drogas pesadas’

Murilo Cavalcanti acredita que o tema não é uma questão de "polícia".

Foto: Reprodução Instagram

Um vídeo em que secretário de Segurança Pública do Recife, Murilo Cavalcanti, sai em defensa da descriminalização das ‘drogas pesadas’, divulgado pela revista Algomais em 2018, ganhou repercussão está semana no meio político. No vídeo, o secretário afirma que o tema deveria ser uma questão de saúde pública e não da área de segurança.

“Sou a favor da legalização de todas as drogas, eu não tenho nem essa posição de matuto, de droga leve, droga pesada (…) acho que é a gente rever essa coisa,  de ser um problema de saúde pública, e não um problema de polícia”, argumentou o secretário.

Murilo ainda comparou a legalização das drogas com a liberação do aborto. “Isso é igual a mulher, né? dessa condenação que querem fazer em relação ao aborto. Isso é uma decisão da mulher, cabe a ela decidir em relação a isso, que o corpo pertence a ela”, disse ele.

O secretário defende que por causa do preconceito, em um primeiro momento apenas a maconha e da cocaína sejam legalizadas.”Como a sociedade é muito conservadora e muito preconceituosa, talvez você fosse aí já com a legalização, descriminalização da maconha e da cocaína, e depois, em outro momento, as drogas mais pesadas. Eu pessoalmente não vejo problema nenhum”.

Entramos em contato com a Prefeitura do Recife para falar sobre o assunto, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos respostas.

Confira o depoimento do secretário: 

 

Comentários estão fechados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com