Corrupção

Venezuela é o país mais corrupto das Américas, diz ICP

Estudo da ONG Transparência Internacional aponta a corrupção venezuelana como quinta maior do mundo.

Venezuela é o país mais corrupto das Américas, diz ICP

Foto: Agência Brasil

Publicado em 27 de janeiro de 2020 - 17:17

Por

Foto: Agência Brasil

A Venezuela é o país mais corrupto das América e o quinto mais corrupto do mundo, diz conclusão do Índice de Percepção da Corrupção (ICP) 2019, publicado nesta quinta-feira (23) pela ONG Transparência Internacional. Um grande número de países teve pouca ou nenhuma melhora no combate à corrupção.

Nas últimas posições do ranking de 180 países estão países devastados por conflitos civis ou governados por regimes pouco democráticos. Isso não é por acaso, já que a corrupção tende a se espalhar onde o estado de direito é fraco e a sociedade civil não é organizada, segundo a Economist Intelligence Unit.

Os cinco países com as menores pontuações no ICP 2019:

O país mais corrupto do mundo é a Somália com apenas 9 pontos. O país é, praticamente, uma terra de ninguém: o território é dividido entre um governo reconhecido internacionalmente, uma área controlada pela milícia islâmica Al Shabaab, um governo semiautônomo na Puntlândia (noroeste do país) e um governo separatista na Somalilândia (norte do país). Seguindo aparecem: Sudão do Sul, Síria, Iêmen e a Venezuela.

A Venezuela é o país mais corrupto das América passa por uma profunda crise humanitária e política que já obrigou mais de 3 milhões de venezuelanos a deixar o país desde 2014. A dissidência política é reprimida e opositores do regime ditatorial de Nicolás Maduro são perseguidos sem processo justo. A severa crise econômica e o desabastecimento de alimentos e medicamentos deixaram milhões de pessoas em dificuldades para conseguir itens básicos.

Maduro foi reeleito em maio de 2018 para um mandato de seis anos em eleições que foram amplamente consideradas fraudulentas pela comunidade internacional. Duas semanas após sua posse em janeiro de 2019, o líder da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, foi proclamado presidente interino da Venezuela e imediatamente reconhecido por Brasil, Estados Unidos e vários outros países como líder legítimo do país.

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com