Damares vai procurar mulher amputada das mãos e dos pés que foi recusada pelo INSS

“Amanhã (quinta-feira, 23) já vamos atrás dela”, escreveu a ministra em sua conta no Twitter.

Procura

Publicado em 23 de janeiro de 2020 - 10:47

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Foto: Montagem/ Portal de Prefeitura

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta quarta-feira (22), que vai procurar a mulher amputada das mãos e das pernas que teve o benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) negado por não poder assinar os documentos que autorizariam os pagamentos por parte da Previdência. O fato aconteceu em Porto Velho, capital de Rondônia.

Denunciada pela ex-sinaleira Cleomar Marques que, em uma entrevista, disse ter entrado com três pedidos para receber benefício do INSS e que teve todos as solicitações negadas. Em uma das ocasiões, segundo ela, a alegação para a reprovação foi o fato dela não poder assinar os documentos.

“Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘quem vai assinar? Você assina?’. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, declarou.

Resposta

Procurado, o INSS afirmou que os pedidos de Cleomar foram indeferidos, primeiramente, por falta de período de carência, e em uma segunda ocasião, por apresentar renda per capita familiar acima de 25% do salário mínimo. O instituto afirmou que Cleomar pode procurar o órgão para requerimento de um novo benefício.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com