Embate

Patrícia Domingos rebate secretário de Segurança do Recife e cobra investimentos

O secretário afirmou que Patrícia não conhecia a cidade e estava falando mal da gestão por interesses eleitorais.

Patrícia Domingos rebate secretário de Segurança do Recife e cobra investimentos

Foto: Reprodução

Publicado em 20 de janeiro de 2020 - 19:00

Por

Foto: Reprodução

Em entrevista na tarde desta segunda-feira (20), na rádio CBN Recife, a delegada Patrícia Domingos protagonizou momentos de debates intensos com o secretário de Segurança Pública do Recife, Murilo Cavalcanti. Durante a entrevista Murilo alegou que a delegada já está em pré-campanha e que ela não conhece o Recife. Patricia rebateu lembrando que já foi delegada do Marco Zero, que mora no Recife há 12 anos e cobrou investimentos em segurança na capital.

A delegada da extinta Decasp, que atualmente atua na delegacia que cobre a área de Casa Amarela e adjacências, afirmou que não se sente segura andando pelo Recife, que a maioria da população não tem como tirar o celular do bolso por medo de ser assaltado e finalizou a fala lembrando que nas periferias “as pessoas estão morrendo nos becos e nas escadarias, sem imagem e em locais escuros”.

Ela cobrou ainda uma boa iluminação pública e um sistema de câmeras que não sirvam só para multar. “Enquanto moradora do Recife, eu lamento que haja tanto investimento câmeras para verificar infrações de trânsito, e tão pouco para a segurança do cidadão”.

Murilo acusou Patrícia de ser injusta com a administração do prefeito Geraldo Julio (PSB), por ter interesses políticos e eleitorais. “Nossa delegada como já está em pré-campanha, acaba sendo injusta com a nossa gestão. Nenhuma capital do Brasil avançou tanto na integração do policiamento” e destacou ainda que estão sendo colocadas lâmpadas de led em vários bairros da periferia do Recife. “Onde é que a delegada se sente segura? Em Fortaleza, em Maceió, em João Pessoa, ou Rio de Janeiro? Onde que é? A sensação de insegurança é no Brasil inteiro”, justificou o secretário. “Infelizmente, a delegada que não conhece muito bem o Recife nem o Compaz, não sabe da importância desse equipamento na vida das pessoas.”

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com