Eleições 2020

Partido de Anderson Ferreira deve ser a escolha de Bolsonaro em Pernambuco  

O partido de Joaquim Francisco, o PSDB, foi descartado pelo presidente.  

Partido de Anderson Ferreira deve ser a escolha de Bolsonaro em Pernambuco  

Foto: Divulgação

Publicado em 17 de janeiro de 2020 - 19:08

Por

Foto: Divulgação

Diante da incerteza da oficialização do Aliança Pelo Brasil, partido que está sendo criado pelo presidente Bolsonaro, começam a ser estudados caminhos alternativos para lançar candidaturas majoritárias em pelo menos três cidades pernambucanas: Olinda, Recife e Jaboatão. 

Um nome que chegou a ser cotado para a disputa no Recife, com o apoio do presidente, foi o do ex-governador Joaquim Francisco, que é do PSDB, mas o seu partido é um dos principais empecilhos para que isso seja oficializado.   

O partido de Joaquim foi descartado pelo presidente com a justificativa de incompatibilidade com o governador João Dória, um possível candidato à presidência da República, em 2022. A resolução desse impasse seria a adesão do PL (Partido Liberal) , de Anderson Ferreira, prefeito de Jaboatão dos Guararapes, que é amigo pessoal de Bolsonaro, como defendeu o blogueiro Jamildo Melo. 

Se passaram apenas 17 dias de 2020, mas parece que foi bem mais que isso, a ansiedade toma conta dos políticos e espectadores, que querem saber como deve ficar o cenário da disputa na capital pernambucana. A última novidade foi a possível desistência do PSB em lançar o deputado federal João Campos (PSB) na disputa pela prefeitura do Recife.

Vale lembrar que o deputado estadual Marco Aurélio, que é do mesmo partido do vice-presidente Hamilton Mourão, o PRTB, já teve seu nome confirmado pelo presidente nacional da sigla, Levy Fidelix, para disputar a prefeitura do Recife.  

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com