Farmácias são interditadas por irregularidades em Paulista

Os proprietários das drogarias foram notificados e terão que cumprir as exigências para poder reabrir.

Paulista

Publicado em 17 de janeiro de 2020 - 13:45

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Duas farmácias foram interditadas em Paulista, na Região Metropolitana, após uma ação conjunta envolvendo a Vigilância Sanitária do município e o Conselho Regional de Farmácia (CRF-PE). A medida foi adotada porque os fiscais dos órgãos constataram irregularidades nos estabelecimentos, como venda de medicamentos controlados sem receita, remédios fora do prazo de validade, e até ausência de profissional técnico responsável.

Durante a fiscalização, que contemplou quatro estabelecimentos, os fiscais também constataram outras irregularidades nas farmácias interditadas no Janga e na PE-22. Em uma delas não havia documentação necessária para funcionar. Na outra, a estrutura física era inadequada. Os proprietários das drogarias foram notificados e terão que cumprir as exigências para poder reabrir.

Ações desse tipo estão ocorrendo em diversos bairros da cidade. Caso o consumidor identifique alguma irregularidade em alguma farmácia, pode acionar a Vigilância Sanitária do Paulista, ligando para o fone (81) 99877.8958. O atendimento ao público acontece de segunda à sexta, das 8h às 16h. Também é possível registrar a denúncia pelo WhatsApp, no mesmo número.

PRESENÇA DO FARMACÊUTICO – Embora os estabelecimentos tenham apresentado algumas irregularidades, a ausência de um farmacêutico representa um desrespeito a Lei nº 13.021/2014, que obriga qualquer estabelecimento a ter um responsável técnico de forma permanente. Vale ressaltar que o farmacêutico é o profissional mais acessível à população e deve estar sempre disponível nas farmácias e nas drogarias para que o paciente receba o medicamento adequado a sua necessidade, na dose correta, durante o tempo necessário e no menor custo possível.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com