No Recife, PSL já demonstrava apoio ao PSB antes de ruptura com Bolsonaro

A antiga legenda de Bolsonaro deve apoiar a candidatura de João Campos (PSB) no Recife.  

Retorno

Publicado em 15 de janeiro de 2020 - 16:30

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Foto: Reprodução Portal Novo Norte

Quem trabalha na Câmara Municipal do Recife não ficou surpreso com a notícia de que possivelmente o Partido Social Liberal (PSL), de Luciano Bivar, deve se unir ao PSB para apoiar a candidatura do deputado federal João Campos (PSB) na disputa pela prefeitura do Recife. 

A desconfiança surgiu lá atrás, quando foi proposto pelo vereador Renato Antunes (PSC) a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a qualidade da merenda distribuída nas escolas da rede municipal de ensino do Recife, disse uma fonte ao Portal. 

Na época, o vereador Rogério de Luca, do PSL, teria cedido a pressões da bancada do PSB na Câmara do Recife e não apoiou a CPI, revelou a fonte. “Isso mostra que o PSL já trabalhava para João Campos a bastante tempo no Recife”, pontuou a fonte. 

Durante oito anos o PSL  esteve ao lado do PSB com Eduardo Campos e Paulo Câmara, apenas se distanciando depois da volta do PT para a Frente Popular, em 2018.

Qual o motivo de uma nova aliança: 

Após a ruptura com Bolsonaro, a nova aproximação com a legenda socialista retiraria de vez qualquer ligação do PSL com o Presidente da República. 

No acordo, o PSL  entraria com o tempo de TV, já que a legenda detém o segundo maior tempo de televisão no guia eleitoral, só perde para o PT, que pode sair da Frente Popular e concorrer ao pleito com a também deputada federal e prima de João Campos, Marília Arraes.

 

   

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com