Ricardo Coutinho, do PSB, recebeu doações milionárias do Bradesco após extorsão

Valores foram usados para cobrir rombos da campanha à reeleição do então governador em 2014. 

Corrupção

Publicado em 14 de janeiro de 2020

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Foto: Divulgação

O Bradesco e a Alpargatas teriam realizado doações milionárias para cobrir rombos da campanha à reeleição de Ricardo Coutinho (PSB), ex-governador da Paraíba, em 2014. O delator Ivan Burity reportou ao Ministério Público da Paraíba que a mando do próprio Ricardo Coutinho, exigiu as doações, juntamente com a também delatora e ex-secretária de Administração e ex-Procuradora Geral da Paraíba, Livânia Farias.

À Alpargatas, a ameaça era de corte de benefícios fiscais, já ao Bradesco, a ameaça era de embaraços nos empréstimos consignados de servidores.

Segundo o delator, ao ver as doações milionárias do Bradesco e da Alpargatas ao opositor Cassio Cunha Lima, do PSDB, Coutinho resolveu fazer as exigências.

Ainda segundo o delator, as empresas cederam à extorsão e depois disso o Bradesco ainda ganhou o direito de gerir a Folha de Pagamento do Estado da Paraíba.

Confira: 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com