MPPE exige carteira de vacinação como requisito de matrícula em escolas públicas e privadas de Buíque e Tupanatinga

Essa iniciativa faz parte de uma ação integrada do MPPE para contribuir com o combate ao surto de Sarampo, atuando nas áreas da saúde, de Educação e de Infância e Juventude.

Exigência

Publicado em 8 de janeiro de 2020 - 18:04

Por

Ver Perfil - Portal de Prefeitura

Foto: Divulgação

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao secretário de Educação e aos diretores e responsáveis pelas escolas públicas e privadas de Buíque e de Tupanatinga que solicitem a apresentação da caderneta de vacinação como requisito para se efetuar a matrícula dos alunos do ensino fundamental. Em Pernambuco, a Lei Estadual n° 13.770/2009 traz a obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacinação no momento da matrícula ou sua renovação pelos pais e responsáveis. Essa iniciativa faz parte de uma ação integrada do MPPE para contribuir com o combate ao surto de Sarampo, atuando nas áreas da saúde, de Educação e de Infância e Juventude.

Os gestores de Buíque e de Tupanatinga devem informar aos pais e responsáveis sobre o prazo legal de seis meses concedido para a apresentação da carteira de vacinação regularizada, caso não apresentam a caderneta atualizada no momento da matrícula. Assim, uma vez tendo matriculado seus filhos, os pais precisam comprovar que eles estão com a imunização em dia, reapresentando a carteira à escola.

Os secretários de Educação de Buíque e de Tupanatinga devem informar às instituições de ensino que, em caso de descumprimento da obrigação de manter em dia a imunização das crianças, notifiquem os responsáveis legais pelos alunos sobre o prazo de 30 dias para regularizar a situação vacinal. Caso os responsáveis não cumpram com a obrigação de vacinar os filhos, a instituição de ensino deve informar o fato ao Conselho Tutelar e ao MPPE para adoção das medidas cabíveis.

O promotor de Justiça Silmar Luiz Zacura destacou ainda a Instrução Normativa SEE Nº 007/2017, da Secretaria de Educação e Esportes do Estado de Pernambuco (SEE), que estabelece procedimentos e normas para a realização do Cadastro Escolar e da Matrícula do estudante na Educação Básica da Rede Estadual de Ensino, conforme a Lei Estadual n° 13.770/2009. A recomendação de n° 001/2020 foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPPE da terça-feira (7).

Da redação do Portal com informações do MPPE

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com