Prévia

Oposição a Bolsonaro deve ser o tom do PSB nas eleições do Recife

Evento realizado ontem no Recife foi uma prévia de como será o discurso da Frente Parlamentar durante as próximas eleições. 

, Oposição a Bolsonaro deve ser o tom do PSB nas eleições do Recife
Foto: Montagem Portal de Prefeitura

Nesta quinta-feira (26), durante inauguração do Compaz Miguel Arraes, o Partido Socialista Brasileiro (PSB) fez uma prévia de como será o tom adotado pela sigla nas eleições municipais do próximo ano no Recife. 

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), aproveitou o evento na comunidade do Sítio do Berardo, na Avenida Caxangá, para reforçar o nome do deputado federal João Campos (PSB) para disputar  a sucessão da Prefeitura do Recife (PCR), e adotou um tom de oposição ao governo Bolsonaro (sem partido). 

“(Quero) registrar o trabalho que vem sendo feito em Brasília pelo deputado João Campos. O deputado João, que carrega a juventude como virtude e que vem fazendo um trabalho de muita qualidade e reconhecimento lá em Brasília. O futuro espera muito pelo trabalho que João há de fazer junto com toda Frente Popular”, disse. 

Em seguida Geraldo fez críticas ao governo federal. “Eles implantaram aumento do preço do botijão de cozinha. A gente está abrindo restaurante popular para matar a fome de quem precisa. Eles mandaram aumentar o preço do metrô já pela terceiro mês e vai ter quarto. A gente lançou o VEM para dar passagem para quem está desempregado. Eles querem arma. A gente inaugura o Compaz”, disse Geraldo. 

Por sua vez, João Campos também adotou a postura contra Bolsonaro. “Se no governo federal ninguém presta atenção para quem é pequeno, a Prefeitura do Recife e o governo de Estado e os nossos mandatos de deputado e senador têm que trabalhar dobrado pela cidade do Recife e pelo Estado de Pernambuco. Vamos juntar o nosso time para juntos poder enfrentar tantos desafios que ainda têm pela frente”, argumentou o parlamentar. 

Paulo Câmara (PSB), que também esteve presente na inauguração do Compaz, endossou as palavras contra Bolsonaro. “O Brasil, infelizmente, não está andando, está piorando a vida principalmente daqueles que mais precisam, principalmente do povo mais pobre”, declarou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com