Secretário da Cultura do governo Bolsonaro é investigado pelo MPF

O procedimento apura se ele violou a lei ao convidar a própria mulher para assumir a direção artística do Teatro Plínio

Publicado por: em 3 de dezembro de 2019 - 14:40

Ver Perfil

Investigação

Foto: Divulgação/Sec. Cultura

Foi aberta pelo Ministério Público Federal  (MPF), uma investigação sobre o secretário da Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim. A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira (03), pelo Jornal O Globo. 

Segundo Bernardo Mello Franco, o procedimento apura se ele violou a lei ao convidar a própria mulher, a atriz Juliana Galdino, a assumir a direção artística do Teatro Plínio Marcos, em Brasília. A atriz passaria a controlar um orçamento de R$ 3,5 milhões em verbas federais. Para a Procuradoria da República, a contratação viola a Lei de Licitações.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com