Presidente do diretório nacional do PSL sofre atentato a tiros no Rio de Janeiro

O fato aconteceu ontem na Avenida Brasil, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Publicado por: em 3 de dezembro de 2019 - 12:02

Ver Perfil

Atentado

Foto Reprodução da Internet

O fato aconteceu enquanto Júnior Cruz de 37 anos e o deputado estadual Anderson Morais (PSL) retornavam para casa após uma reunião com os pré-candidatos do “Aliança pelo Brasil’ em Belford Roxo. Ambos seguiam para um outro evento político em Muriqui, na região da Costa Verde. Eles fecharam a gente e desceram do carro em que estavam, um com fuzil e os outros dois com pistolas. Na hora que saíram, minha esposa se ligou e começou a atirar. O pau quebrou, com muitos tiros”, Cruz relembra.

Ele contou que estava sem a arma, já que está licenciado da PM, e disse que os bandidos fugiram depois dos disparos. Cerca de 70 metros depois do local do atentando, os três encontraram uma viatura da Polícia Militar, para quem pediram socorro. Ninguém ficou ferido. Segundo o assessor do pré-candidato a prefeito Anderson Moraes, o carro em que ele estava foi fechado por um Chevrolet Onix prata, logo em seguida três homens armados saíram do veículo atiraram contra o deputado e o presidente do diretório do PSL.

Ainda não se sabe a motivação do crime. A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga o caso.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com