No senado Moro defende prisão em segunda instância

Para o ministro, não há por que esperar a chegada de 2020 para examinar o tema.

Publicado por: em 3 de dezembro de 2019 - 13:49

Ver Perfil

Segurança

Sergio Moro, durante audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, participa de audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o objetivo com a ida é tentar convencer o Congresso a acelerar a tramitação dos projetos que estabelecem a prisão de condenados em segunda instância.

A discussão do assunto ganhou força no Congresso após o Supremo Tribunal Federal (STF), mudar a jurisprudência e estabelecer que a prisão só pode ocorrer após o julgamento de todos os recursos possíveis no Judiciário, o que possibilitou a soltura, entre outros, de condenados na Operação Lava-Jato, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Estarei no Senado defendendo a execução da condenação em segunda instância. Por emenda constitucional da Câmara, por emenda do Senado ou por PL (projeto de Lei) de uma Casa ou outra. A necessidade é clara e urgente”, escreveu Moro em sua conta no Twitter.

Para o ministro, não há por que esperar a chegada de 2020 para examinar o tema, como parlamentares têm indicado. Acompanhe

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com