Governado pelo PCdoB, Maranhão tem aumento no número de pessoas na extrema pobreza

Segundo o IBGE, mais de 1 milhão de maranhenses vivem em situação de extrema pobreza

Publicado por: em 3 de dezembro de 2019 - 18:13

Ver Perfil

Menor

Foto: Reprodução

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em novembro deste ano mostraram  que o Maranhão é o estado brasileiro com o maior número de pessoas vivendo na faixa de extrema pobreza. Segundo o estudo, quase 1,3 milhão de maranhenses, 223 mil somente nos últimos dois anos, sobrevivem com menos de R$ 145,00 por mês.

53% da população maranhense vive na extrema pobreza, o número subiu de 16,9% (1,1 milhão), para 19,9% (1,3 milhão). No Nordeste a média é de 13,6%, superior à nacional (6,5%). Todos os estados das regiões Norte e Nordeste apresentaram indicadores de pobreza acima da média nacional. Santa Catarina se mostrou o estado menos desigual e apresentou o menor percentual de pobres no País. Os números fazem parte do Sistema de Indicadores Sociais 2019.

O Maranhão também continua sendo a unidade da federação com o menor rendimento domiciliar per capita médio (rendimento médio por pessoa) do Brasil. O rendimento que foi de R$ 607 em 2018 teve queda em relação a 2017, quando a média era de R$ 615.  Entre as capitais, São Luís teve a segunda menor média salarial com R$ 1.043 em 2018.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com