Cassação

Senadora pode ter mandato cassado por omissão de gastos

Conhecida popularmente como “Juíza Selma”, a parlamentar é acusada de omitir gastos de R$ 1,23 milhão na campanha eleitoral de 2018.

, Senadora pode ter mandato cassado por omissão de gastos
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve decidir, nesta terça-feira (3), sobre a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Pode-MT). A senadora é conhecida como “Juíza Selma”. A parlamentar é acusada de omitir um montante de mais de 1 milhão de reais na campanha eleitoral do ano passado (2018).

Em abril deste ano, o TSE do estado do Mato Grosso declarou a parlamentar culpada por unanimidade. Na época tanto o mandato da senadora quando o de seu suplente foram cassados. Na ocasião, a ex-procuradora geral da República Raquel Dodge, enviou um parecer aos TSE sobre o caso. Dodge defende a cassação e novas eleições para o cargo deixado por Selma.

Além de pedir a cassação imediata do mandato de Selma Arruda, Dodge também defendeu a confirmação da pena de inelegibilidade por período de oito anos, e a convocação de novas eleições para o Senado em Mato Grosso para preencher a vaga da parlamentar. Selma Arruda foi uma dos muitos parlamentares que se elegeu no ano passado na esteira da onda de moralização da política. Juíza federal aposentada, ela costuma se apresentar como “Moro de saias”. A senadora recorrei à instância superior pedindo que a sentença fosse anulada.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal