Confira os pernambucanos que mais economizaram Verba de Gabinete

Um dos parlamentares economizou quase 70% do valor disponibilizado

Publicado por: em 2 de dezembro de 2019 - 19:42

Ver Perfil

Verba

Foto: Montagem/Portal de Prefeitura

Seguindo na contramão dos deputados ‘gastões’, Luciano Bivar (PSL), João Campos (PSB), Ossesio Silva (Republicanos), Renildo Calheiros (PCdoB) e Carlos Veras (PT) são os parlamentares pernambucanos que menos fizeram uso da Verba de Gabinete. Com Percentual de pouco mais de 30% de utilização, O presidente nacional do PSL se destaca entre seus colegas no estado.

Luciano gastou até o momento, desde fevereiro, R$ 307.558,71; valor bem abaixo de seus demais conterrâneos. Em segundo lugar entre os pernambucanos que mais economizam, João Campos, principal nome do PSB na corrida eleitoral do Recife, utilizou um valor médio de 57.36% do disponibilizado para seu mandato. 

Um pouco mais distanciado de João e Bivar aparecem Ossesio Silva, com gastos de R$ 714.498,04; Renildo Calheiros com demandas superiores a R$ 822 mil e o petista Carlos Veras utilizando pouco mais de 82.19%.

Destinada originalmente ao pagamento de salários de funcionários, que não precisam ser servidores públicos, mas são escolhidos pelo deputado, a Verba de Gabinete é um recurso pago pela Câmara dos Deputados aos gabinetes de cada parlamentar. Mensalmente cada deputado tem a disposição R$ 111.675,59 podendo contratar até 25 funcionários. O menor valor previsto em Lei é de R$ 1.025,12; e o maior, R$ 15.698,32.

 

NOME VALOR PERCENTUAL
LUCIANO BIVAR R$ 307.558,71 30.60%
JOÃO H. CAMPOS R$ 576.535,98 57.36%
OSSESIO SILVA R$ 714.498,04 71.09%
RENILDO CALHEIROS R$ 822.538,96 81.84%
CARLOS VERAS R$ 826.107,59 82.19%

 

Todos os dados estão disponíveis no site da Câmara Federal*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com