Patrícia Domingos afirma que não apoiaria candidatura de Marília nem de João Campos

A delegada também disse não descartar a possibilidade de ser candidata

Publicado por: em 29 de novembro de 2019 - 20:59

Ver Perfil

Entrevista

Fotos: Wanderson Pontes/Portal de Prefeitura, Câmara dos Deputados

Em entrevista na noite desta sexta-feira (29), a delegada da extinta Delegacia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp), Patrícia Domingos, declarou que caso os deputados federais João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) sejam candidatos à Prefeitura do Recife em 2020 ela não votaria neles. A servidora também informou que vai abrir o voto assim que outros candidatos lançarem as propostas.

“Eu não votaria em Marília. Ela foi indiciada pela Decasp por ‘rachadinha’. As ideologias e ideias que ela defende eu não concordo. Em relação ao deputado João Campos, isso não é uma crítica, porque eu acredito que ele não votaria em mim, mas eu só votaria em uma pessoa que tem história para contar e não em um herdeiro político.”

Patrícia falou sobre a possibilidade de ser candidata e disse não descartar a possibilidade. “Meu coração pertence a essa terra [Pernambuco], meu objetivo é conscientizar e impactar as pessoas”. A delegada se colocou contra o extremismo político e informou que “Assim que os pré candidatos lançarem as propostas eu abro meu voto, porque não basta votar certo, tem que batalhar para que essa pessoa seja eleita”, declarou.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com