Corte

Governo quer cortar quase R$ 500 milhões do fundo eleitoral de 2020

A previsão previsão para gastos com financiamento de campanhas eleitorais, que era de R$ 2,5 bilhões em agosto, agora passou para R$ 2,035 bilhões

Bolsonaro, Governo quer cortar quase R$ 500 milhões do fundo eleitoral de 2020
Foto: Reprodução

O governo Jair Bolsonaro fez algumas alterações no orçamento de 2020 e nas informações enviadas nesta terça-feira (26), ao Congresso Nacional, está a diminuição do valor destinado ao fundo eleitoral.

De acordo com informações divulgadas pelo portal Poder 360, a previsão para gastos com financiamento de campanhas eleitorais, que era de R$ 2,5 bilhões em agosto, agora passou para R$ 2,035 bilhões.

O governo informou que a alteração aconteceu em razão de um novo cálculo sobre renúncias fiscais relacionadas à propaganda partidária, que compõem o fundo, e sobre emendas de bancadas estaduais.

A comissão que analisa o projeto de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) propôs o repasse de R$ 3,7 bilhões para o fundo.

Com a definição do governo, caberá à Comissão Mista de Orçamento (CMO) a análise do novo. O relator é o deputado Domingos Neto (PSD-CE).

O fundo e os outros itens do orçamento de 2020 devem ser votados pelo Congresso Nacional no dia 14 de dezembro.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal