Crítica

Líder do PSB defende união da esquerda contra “conservadorismo medieval”do governo de Bolsonaro

Para o Deputado Federal eleito por Pernambuco, Lula vai trabalhar para unir a esquerda, “se tiver um mínimo de juízo”.

Tadeu Alencar, Líder do PSB defende união da esquerda contra “conservadorismo medieval”do governo de Bolsonaro
Imagem: Câmara dos Deputados

O líder do PSB na Câmara, deputado Tadeu Alencar, disse a O Antagonista que a esquerda precisará tentar se unir novamente em 2022 para enfrentar o que ele chama de “conservadorismo medieval” do governo de Jair Bolsonaro.

“Não é momento de personalismo. Precisamos de um espírito aliancista. Enfrentar esse conservadorismo medieval não é tarefa apenas da oposição.”

Para o deputado, Lula vai trabalhar para unir a esquerda, “se tiver um mínimo de juízo”.

Tadeu afirmou que interpreta os primeiros discursos do condenado após a temporada na cadeia partindo do princípio de que o petista está “mordido pela abelha da indignação”.

“Mas a esquerda não pode repetir os erros que nos levaram a perder a eleição para o Bolsonaro.”

Fonte: O Antagonista

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal