Ranking

Mendonça critica Geraldo Júlio por ocupar a 722ª colocação no ranking de gestões do Brasil

Prefeitura do Recife foi ranqueada com a 11ª colocação entre todas as capitais dos estados brasileiros

Mendonça, Mendonça critica Geraldo Júlio por ocupar a 722ª colocação no ranking de gestões do Brasil
Foto: Montagem/ Portal de Prefeitura

O ex-ministro da Educação, Mendonça (DEM), criticou a gestão do prefeito Geraldo Júlio que ocupa a 11ª colocação entre as capitais dos estados brasileiros e a 722ª colocação entre todos os municípios brasileiros.

Mendonça afirmou que a capital da Bahia, Salvador é a primeira capital entre gestão fiscal do país e lidera ranking da Firjan.

“Incapacidade de investir naquilo que é básico para você cidadão. Drenagem, investimento no sistema viário para que a gente melhore o transporte público, o investimento na expansão na rede de saúde para atendimento do cidadão”, explicou Mendonça.

O ex-ministro também falou que “infelizmente isso é a demonstração e a constatação que Recife está parada no tempo”, finalizou.

Pesquisa

A gestão fiscal do município do Recife melhorou no ano passado em relação a 2017, mas ainda está muito distante do desempenho registrado em 2013, ano em que se inicia a série histórica do Índice Firjan de Gestão Fiscal divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro.

Segundo os dados, a capital pernambucana registrou uma nota de 0,6886 – o índice varia de 0 a 1 –, ocupando a terceira colocação no Estado, a 11ª entre as capitais e a 722ª no ranking de 5.337 municípios que enviaram seus relatórios fiscais à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), fonte da Firjan para construir o indicador.

Veja o vídeo:

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal