Postagem

Em redes sociais, Gilmar Mendes critica votação de PEC da prisão após 2ª instância

Ministro publicou, "presunção de inocência não pode ser esvaziada pela legislação".

Ministro do STF critica PEC da prisão após 2ª instância, Em redes sociais, Gilmar Mendes critica votação de PEC da prisão após 2ª instância
Nelson Jr./SCO/STF

Por meio de suas redes sociais, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), fez uma publicação neste sábado (10), criticando a ideia da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata da prisão após condenação em segunda instância. No Twitter, Gilmar disse, “presunção de inocência não pode ser esvaziada pela legislação”.

Gilmar Mendes, foi um dos que votaram para barrar a prisão após a condenação em segunda instância. Com a determinação, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a prisão na última sexta-feira (9).

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal