Turismo

Onze vereadores paraibanos são presos por usar verba pública com viagem de lazer

Um seminário foi utilizado como justificativa para o passeio.

, Onze vereadores paraibanos são presos por usar verba pública com viagem de lazer
Foto: Reprodução/ TV Cabo Branco

A operação Natal Luz, realizada pela Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), prendeu 11 vereadores e um contador da Câmara de Santa Rita, em João Pessoa, na madrugada desta terça-feira (5).

A prisão dos vereadores aconteceu na BR 101. Os parlamentares desembarcaram no Aeroporto de Recife e estavam retornando de carro para Santa Rita quando foram abordados pelos promotores de Justiça, com apoio da Polícia.

O parlamentares são suspeitos de terem desviado dinheiro público para custear despesas de uma viagem para Gramado, no Rio Grande do Sul. Todas as ações realizadas levam a crer que os vereadores realizaram uma viagem de lazer e turismo e não para trabalho. Só em diárias foram gastos R$ 69 mil. 

 A operação teve início após o MP suspeitar da viagem realizada pelos vereadores. De acordo com o delegado Allan Terruel,  um seminário foi utilizado como justificativa para o passeio. A empresa organizadora da viagem é do Rio Grande do Sul. 

Foram presos: Anésio Miranda – presidente da Câmara Municipal (PSB), Brunno Filho de Cicinha (PR), Cícero Medeiros (PRB), Sérgio Confecções (PSDB), Rosa do Vaqueiro (PC do B), João Grande (PRTB), Francisco Queiroga (PTN), Marcos Farias (PC do B), Galego do Boa Vista (PSL), Diocélio de Várzea Nova (PSL), Ivonete Barros (PSD) e o servidor Fábio Cosme de França.

 

 

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal