Campanha do Twitter pede boicote a marcas anunciantes da Rede Globo

Emissora carioca foi criticada nas redes sociais após matéria associando o presidente Bolsonaro como um dos mentores do assassinato de Marielle Franco

Publicado por: em 31 de outubro de 2019 - 14:36

Ver Perfil

Protesto

Foto: Divulgação

Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro subiram uma hashtag nesta última quarta-feira (30). A #GloboLixo foi o assunto mais comentado no Brasil nesta quarta. A reação foi uma resposta à polêmica envolvendo uma reportagem da Rede Globo sobre envolvimento do presidente Jair Bolsonaro no assassinato da vereadora Marielle Franco.

O presidente também se manifestou em uma live que chamou a emissora de “patifes” e “canalhas” e que a Rede Globo está perseguindo ele porque não está mais recebendo milhões do governo Federal, acabando assim a “mamata”.

Em resposta, a Rede Globo escreveu uma nota afirmando que “não fez patifaria, nem canalhice” e que em 54 anos “jamais deixou de cumprir as suas obrigações”.

O termo veio acompanhado de uma campanha dos internautas pelo boicote da emissora. Eles também querem boicotes a todas as marcas que anunciam na TV Globo. Algumas listas de anunciantes começaram a circular, mas não estão corretas.

Com base em dados divulgados pela Rede Globo, seguem abaixo os maiores anunciantes da emissora no ano de 2019:

Transmissões esportivas: Ambev, Chevrolet, Itaú, Vivo, Casas Bahia, Hypera Pharma, Itaipava, Nivea, Santander, Net, Renault, Tim
Novela das seis: Sundown, Listerine
Novela das sete: Sadia
Novela das nove: Avon, Crefisa

Os internautas pediram o boicote das marcas para propagandas na emissora.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com