Barroso vota favorável à prisão após condenação em segunda instância

Até o momento, o placar do julgamento está em 3 votos a 1 a favor da medida.

Publicado por: em 24 de outubro de 2019 - 7:53

Ver Perfil

Favorável

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso votou a favor do entendimento da Corte que autoriza a prisão após a condenação em segunda instância da Justiça. Até o momento, o placar do julgamento está em 3 votos a 1 a favor da medida. Após a manifestação do ministro, a sessão foi suspensa e será retomada na manhã desta quarta-feira (24).

Segundo Roberto Barroso, a prisão em segunda instância sempre foi aceita pelo STF, exceto entre 2009 e 2016. Para Barroso, a decisão provocou um “poderoso incentivo” à protelação das condenações e reforçou a seletividade do sistema recursal, possibilitando que réus ricos consigam evitar a prisão por terem condições de pagar advogados para entrar com recursos.

Na sessão reiniciada na terça-feira (23), a favor da prisão em segunda instância também votaram Alexandre de Moraes e Edson Fachin. O relator, ministro Marco Aurélio, votou contra a medida.

Agência Brasil

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com