Ao lado de Paulo Câmara e Luciana Santos, almirante confirma que óleo é de origem venezuelana  

“Esse petróleo é produzido na Venezuela, então sabemos muito bem a origem”, argumentou o oficial. 

Publicado por: em 24 de outubro de 2019 - 15:08

Ver Perfil

Investigação

Foto: Reprodução

Durante reunião promovida pelo governo de Pernambuco no Palácio do Campo das Princesas, sede da gestão estadual, o almirante Leonardo Puntel falou sobre a origem do petróleo cru que toma conta do litoral Nordestino e principalmente das praias pernambucanas. Ao lado do governador Paulo Câmara (PSB) e da vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), Leonardo Puntel reforçou que a substância é de origem venezuelana. 

“Esse petróleo é produzido na Venezuela, então nós sabemos muito bem a origem desse petróleo. Ele foi colocado efetivamente de alguma maneira em algum navio tanque que navegou próximos as nossas áreas jurisdicionais ou em nossas plantas jurisdicionais, e é isso que a Marinha está tentando identificar: qual foi esse navio”, disse o almirante. 

Confira:     

Leonardo Puntel disse ainda que 30 navios de bandeira são de 11 países, e estão registrados na Organização Marítima Nacional. De acordo com o almirante, a Marinha do Brasil questionou a esses países se teria ocorrido algum acidente com algum desses navios de bandeira e que aguarda a resposta oficial. Porém o petróleo da venezuela estaria proibido de ser comercializado, mas isso poderia ser possível através de um navio fantasma.   

Na reunião, foi articulado um planejamento conjunto para tratar a questão agora e no futuro, com ações como o anúncio de um edital de R$ 2,5 milhões para financiar 12 projetos para analisar os impactos do óleo – na água do mar, na cadeia alimentar e na saúde dos voluntários.

Estiveram presentes à reunião os prefeitos Junior Matuto (Paulista), Ana Célia Farias (Surubim e vice-presidente da Amupe); Luciano Siqueira, prefeito do Recife em exercício; Anderson Ferreira (Jaboatão dos Guararapes); Débora Almeida (São Bento do Uma); Elimário (Barreiros); Franz Hacker (Sirinhaém); Lula Cabral (Cabo de Santo Agostinho); Mário Ricardo (Igarassu); Pel Lages (São José da Coroa Grande); Professor Lupércio (Olinda); Sérgio Hacker (Tamandaré); e Tato (Itamaracá).

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com