Em protesto em frente ao Palácio do Planalto, ativistas do Greenpeace são detidos

Grupo protestou contra as queimadas e o óleo presente nas praias nordestinas

Publicado por: em 23 de outubro de 2019 - 11:55

Ver Perfil

Protesto

Foto: Christian Braga/ Greenpeace

Ativistas do Greenpeace Brasil fizeram um protesto em frente ao Palácio do Planalto na manhã desta quarta-feira (23) contra a “demora” do governo Jair Bolsonaro (PSL) em agir na crise ambiental provocada pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste.

Os manifestantes usaram uma espécie de tinta preta para simbolizar o material que se alastra pelas praias da região. Os integrantes acabaram detidos pela Polícia Militar do Distrito Federal e levados à 5ª Delegacia de Polícia Civil em Brasília.

Bloqueados

O Greenpeace informou que o Ministro Ricardo Salles bloqueou o perfil dos ativistas após questionar a “omissão” do Greenpeace na retirada das manchas de óleo nas praias do Nordeste e a instituição rebater a fala de Salles.

O grupo ainda rebateu a acusação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de que os ativistas “depredam patrimônio público”, a quem os chamou de “ecoterroristas”. E ressaltou que o ministro não poderia ver a resposta por ter bloqueado a conta do Twitter do grupo.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com