Damares diz que já sofreu 179 ameaças de morte desde que ingressou no Ministério

A fala aconteceu durante uma palestra dela na 5ª Conferência da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, que aconteceu no sábado (19), em Manaus, capital do Amazonas

Publicado por: em 21 de outubro de 2019 - 10:10

Ver Perfil

Ameaças

Foto: Reprodução

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que já denunciou 179 ameaças de morte desde que iniciou o trabalho no Ministério. A fala aconteceu durante uma palestra dela na 5ª Conferência da Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, que aconteceu no sábado (19), em Manaus-AM.

“Não posso dar um passo sem segurança. Porque eles querem matar a Bolsonaro de saia. Eles querem me matar porque sou uma branca cristã que prega valores. Não acreditem no que dizem nas televisões e nos rádios porque eles querem me desqualificar porque sou terrivelmente cristã”, disse Damares.

Damares também falou sobre o crescimento no número de crimes de pedofilia, principalmente os que envolvem bebês.

“Para quem não sabe o disque 100 fica próximo ao meu gabinete. E vocês não têm ideia do que chega para nós. Nos últimos anos desenfreou-se o desejo de pedófilos por bebês. O bebê mais novo que foi violentado tinha apenas nove dias de nascido, mas já tem registro de um bebê de sete dias”, afirmou, dizendo que o disque 100, número utilizado para denúncias de violação aos direitos humanos, era uma farsa antes do governo Bolsonaro.

“Acabou para vocês pedófilos. Agora temos um governo corajoso. Eu não tenho medo da bala, meu único medo é não ter conseguido vencer essa crueldade com nossas crianças”, completou, afirmando que não tem medo das ameaças.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com