Cidade pernambucana sanciona lei que divide 60% do dinheiro do Fundef com os professores

A lei sancionada fixa as parcelas do rateio conforme o tempo de serviço de cada professor e cria comissão paritária, com representantes da prefeitura, Câmara Municipal e sindicato dos professores, para fiscalizar o pagamento

Publicado por: em 13 de outubro de 2019 - 14:02

Ver Perfil

Rateio

Foto: Divulgação

O prefeito de Águas Belas, no Agreste pernambucano, Luiz Aroldo (PT), sancionou projeto de lei aprovado pela Câmara dos Vereadores do municípios determinando a divisão de 60% dos precatórios do governo federal no Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) com os professores do município.

O deputado federal Fernando Rodolfo (PL-PE) informou que se reuniu recentemente com professores de Águas Belas em audiência pública realizada em Itaíba para discutir o rateio dos precatórios do Fundef.

A lei municipal de Águas Belas tem de ser homologada pelo Poder Judiciário local para que seja aplicada na prática. O assunto foi debatido nesta quarta-feira (9) por ele com professores da Bahia, Ceará e Piauí, no gabinete da liderança do PL na Câmara dos Deputados, comprovando o rateio com o magistério dos 60% dos precatórios do Fundef ultrapassou Pernambuco, chegando a outros estados.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com