“Não pode desmerecer o prato que comeu”, diz líder do PSL na Câmara contra fala de Bolsonaro

Após o episódio, o deputado Waldir demonstrou insatisfação com Bolsonaro em conversa com O Antagonista

Publicado por: em 8 de outubro de 2019 - 14:35

Ver Perfil

Ingratidão

Foto: Divulgação

O líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir, criticou os comentários do presidente Jair Bolsonaro, em interação com um apoiador na frente do Palácio da Alvorada, na manhã desta terça-feira (8).

Em um momento em que o apoiador vai fazer um vídeo com Bolsonaro e citou o nome do presidente do partido Luciano Bivar (PSL-PE), Bolsonaro disse que Bivar “está queimado pra caramba”.

“A gente não pode desmerecer o prato que comeu. Se o nosso presidente está hoje no Palácio do Planalto, ele tinha que ter uma sigla e essa sigla foi o PSL. Você não pode bater em pai e mãe, né? O nascimento do presidente… todos nós dependemos do partido. Gratidão é uma palavra mágica. Gratidão e lealdade”.

Waldir também disse que o “presidente precisa esclarecer” as declarações:

“Quem tem que dar detalhes sobre isso é o presidente. O presidente precisa esclarecer. Se tem fatos que ele sabe, que eu não sei, que você não sebe, que o cidadão não sabe, ele tem que trazer a público”.

O deputado reforçou que se o chefe do Executivo sabe de “algo errado” no PSL, que ele diga:

“Se tem alguma coisa errada com o PSL de Minas Gerais, de São Paulo, do Rio de Janeiro ou do meu Goiás, se tem algo errado, eu quero saber. Porque se tem algo a mais que está fora da situação, eu não sei, né? Entendeu?”

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com