Marcelo Odebrecht diz que “transformar esse caixa 2 em propina é criminalizar a política no Brasil”

Delator desde 2016, Marcelo Odebrecht conseguiu deixar a prisão no final de 2017 e cumpre pena de 30 anos de prisão, em regime domiciliar

Publicado por: em 7 de outubro de 2019 - 15:43

Ver Perfil

Irregular

Em depoimento hoje (7), à Justiça Federal de Brasília, o empresário e delator Marcelo Odebrecht disse que os pagamentos de propina, feitos a  Lula e seu sobrinho Taiguara, eram milionários diante das contribuições não contabilizadas de campanha. Marcelo disse também que não exigia contrapartidas.

“Não tinha campanha no Brasil feita sem caixa 2. Agora, transformar esse caixa 2 em propina é criminalizar a política no Brasil, de uma maneira equivocada”, disse. A informação foi divulgada na tarde desta segunda pelo site “O Antagonista”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com