Denúncia

Wanderson Florêncio e Marco Aurélio solicitam ao MPCO fiscalização do Programa Caminhos de Pernambuco

No requerimento foi anexado Pedido de Informação realizado ao Governo do Estado através da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

fiscalização, Wanderson Florêncio e Marco Aurélio solicitam ao MPCO fiscalização do Programa Caminhos de Pernambuco
Foto: Divulgação

Os deputados estaduais Wanderson Florêncio (PSC) e o líder da oposição Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) se reuniram, nesta quarta-feira, com a Procuradora Geral do Ministério Público de Contas Germana Laureano para solicitar a análise técnica e a fiscalização do Programa Caminhos de Pernambuco.

No requerimento apresentado ao Ministério Público de Contas os parlamentares anexaram o Pedido de Informação realizado ao Governo do Estado através da Assembleia Legislativa de Pernambuco e cópias de matérias da imprensa pernambucana sobre programa que promete requalificar 365 rodovias estaduais com um investimento de R$ 505 milhões.

“É um valor alto, que pode rapidamente se perder se não for realizado da forma correta. Precisa ser duradouro, mas com o material inapropriado se perderá rapidamente.  O que se fala é que estão tapando os buracos das placas de concreto com asfalto, levando riscos a vida da população que trafega pela estrada mais importante de Pernambuco, que é a BR 232”, afirmou o deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC).

Líder da oposição na Alepe, Marco Aurélio Meu Amigo  lembrou do investimento de  R$ 400 milhões realizado na BR 232 para duplicação do trecho entre Recife e Caruaru após a privatização da Celpe e lamentou a falta de atenção do atual governo. “Colocar asfalto em cima de concreto é um crime contra os pernambucanos e contra a duplicação da BR-232. É um retrocesso e desrespeito com o dinheiro que foi investido fruto da privatização da Celpe, de fato uma agressão ao ex-governador Jarbas Vasconcelos”, disse.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com