Suspenso

Gilmar Mendes determina suspensão de caso Queiroz, após pedido de Flávio Bolsonaro

Flávio afirma que, mesmo diante de decisão do presidente do tribunal, Dias Toffoli, as investigações sobre ele prosseguiram, em uma reclamação apresentada ao Supremo no início de setembro

Gilmar Mendes Flávio Bolsonaro, Gilmar Mendes determina suspensão de caso Queiroz, após pedido de Flávio Bolsonaro
Foto: Montagem

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, atendeu a pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e determinou a suspensão das investigações sobre o parlamentar no Rio de Janeiro.

De acordo com a decisão de Gilmar, Flávio Bolsonaro pediu ao próprio MP e ao TJ a suspensão dos casos para cumprimento da decisão de Toffoli até julgamento definitivo pelo Supremo.

Toffoli determinou, em julho deste ano, a suspensão de todos os processos e investigações nos quais houve compartilhamento sem autorização judicial de dados sigilosos detalhados de órgãos de inteligência, como o extinto Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), hoje Unidade de Inteligência Financeira (UIF).

O procedimento investigatório sobre o senador foi aberto pelo Ministério Público a partir de relatórios do Coaf. Segundo a defesa de Flávio, o Coaf enviou dados sem aval da Justiça que foram usados para investigá-lo, o que seria ilegal.

A defesa de Flávio argumenta que o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) determinou, no dia 27 de agosto, a inclusão de dois habeas corpus do senador na pauta de julgamentos do tribunal.

Segundo a defesa do senador, os recursos não poderiam ter sido pautados diante da decisão do presidente do Supremo.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com