Amazônia

Presidente da França lamenta ausência do Brasil na Cúpula do Clima

O governo Francês doará US$ 100 milhões (cerca de R$ 418 milhões). Os Recursos serão destinados, principalmente, para o reflorestamento

Macron, Presidente da França lamenta ausência do Brasil na Cúpula do Clima
Foto: Divulgação

A França anunciou parceria com o Banco Mundial, com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e com a ONG Conservation International para levantar cerca de US$ 500 milhões (aproximadamente R$ 2 bilhões).

O presidente francês, Emmanuel Macron, lamentou a ausência do Brasil na Cúpula do Clima na Assembleia Geral da ONU, em Nova York. Nesta segunda-feira (23) a formação de uma aliança (que não inclui o Brasil) para proteger as florestas tropicais, incluindo a amazônica.

O BID vai apoiar ações desenvolvidas pelos países amazônicos. A Conservation International (dirigida pelo ator Harrison Ford) investirá em iniciativas de ONGs, comunidades nativas e empresas privadas. Ford indicou, também nesta 2ª, que a organização irá destinar US$ 20 milhões a projetos de defesa da Amazônia.

A Cúpula do Clima não contou com a presença de nenhum representante brasileiro, mas o país foi lembrado por Macron em seu discurso: “O Brasil é bem-vindo“. O encontro contou com a presença de lideranças da Amazônia, entre eles os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e o da Colômbia, Ivan Duque. O presidente do Chile, Sebatián Piñera, o presidente da Assembleia da Guiana Francesa Rodolphe Alexandre e lideranças indígenas também participaram.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, também discursou durante a cúpula e enfatizou a urgência para proteger a Amazônia e as florestas tropicais. Guterres destacou que o problema do desmatamento é “global“. “As florestas do nosso mundo estão em chamas“, alertou.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com