Técnica e Republicana

Busca e apreensão nas dependências do Senado Federal foi “puramente técnica e republicana”, diz Barroso

A operação aconteceu na manhã da última quinta-feira (19) e teve o senador Fernando Bezerra Coelho e seu filho como alvos principais

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou, nesta quinta-feira (19) que a ação de busca e apreensão nas dependências do Senado Federal foi “puramente técnica e republicana”.

Na operação, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), e seu filho, o deputado Fernando Coelho Filho (DEM-PE) foram alvos da operação. O senador que também de líder do governo no Senado, colocou seu cargo de líder a disposição, após as denúncias.

De acordo com a Polícia Federal, eles teriam recebido R$ 5,5 milhões em propina durante obras da transposição do rio São Francisco.

Em nota à imprensa divulgada na noite de quinta, Barroso rebateu críticas proferidas contra a sua decisão:

“Só faço o que é certo, justo e legítimo. A providência de busca e apreensão é padrão em casos de investigação por corrupção e lavagem de dinheiro. Fora de padrão seria determiná-la em relação aos investigados secundários e evitá-la em relação aos principais.

Não constituem quebra ao princípio da separação de Poderes, mas puro cumprimento da Constituição, disse em nota.

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com