Deputado Tadeu Alencar é eleito como um dos melhores parlamentares do Brasil pelo prêmio Congresso em Foco

O corpo de jurados foi formado com o objetivo de garantir pluralidade na votação dos melhores parlamentares do ano, com representantes de quatro diferentes segmentos da sociedade

Publicado por: em 20 de setembro de 2019 - 1:49

Ver Perfil

Congresso em Foco

Reprodução rede social do deputado

Os vencedores do Prêmio Congresso em Foco 2019 foram anunciados em cerimônia realizada na noite desta quinta-feira (19) no Porto Vittoria Espaço de Eventos, em Brasília.

Nesta 12ª edição do Prêmio Congresso em Foco, o júri especializado, que é formado por representantes de quatro segmentos da sociedade, também elencou como melhores parlamentares do ano os deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), Carmem Zanotto (Cidadania-SC), Fabio Trad (PSD-MS), Ivan Valente (Psol-SP), Joice Hasselmann (PSL-SP), Luiza Erundina (Psol-SP), Marcel Van Hattem (Novo-RS), Marcelo Ramos (PL-AM) e Tadeu Alencar (PSB-PE).

Tadeu Alencar (PSB-PE)

Foi procurador-geral adjunto da Fazenda Nacional durante o primeiro governo Lula. Em 2007, tornou-se procurador geral do Estado de Pernambuco durante o governo de Eduardo Campos. Atualmente, está no segundo mandato na Câmara dos Deputados, onde é líder do PSB.

O júri

O júri é um dos três filtros do Prêmio Congresso em Foco 2019, junto com a votação da internet e a dos jornalistas. O objetivo do júri é fazer uma avaliação especializada dos parlamentares, de acordo com a visão e o posicionamento de vários segmentos da sociedade.

Por conta disso, o corpo de jurados foi formado com o objetivo de garantir pluralidade na votação dos melhores parlamentares do ano, com representantes de quatro diferentes segmentos da sociedade: o acadêmico, o empresarial, o trabalhista e o terceiro setor, além de um representante do Congresso em Foco.

O Prêmio Congresso em Foco 2019 teve como jurados o cientista político e professor universitário Creomar de Souza; a vice-presidente da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig), Ivonice Campos; a coordenadora do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Viviane Ponte Sena; o presidente do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Ricardo Young; e do editor-executivo deste site, o jornalista Edson Sardinha.

Na avaliação feita pelo júri, os principais critérios levados em consideração foram: assiduidade em sessões deliberativas; participação nos debates do Parlamento; apresentação de propostas legislativas; capacidade de articulação política; combate à corrupção e uso consciente dos recursos públicos; além da defesa da democracia e do desenvolvimento sustentável.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com