STF

Segunda Turma do STF anula condenação de Bendine na Lava Jato, estabelecida por Moro

Conforme entendimento da maioria, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, tem direito de apresentar alegações finais e ser interrogado após os delatores do caso

, Segunda Turma do STF anula condenação de Bendine na Lava Jato, estabelecida por Moro
Foto: Divulgação/STF

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (27) anular a condenação do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, em um dos processos da Operação Lava Jato.

O placar de 3 votos a 1 no julgamento foi obtido com os votos dos ministros Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Cármen Lúcia. O relator do caso, Edson Fachin, foi vencido. O ministro Celso de Mello não participou da sessão por motivos de saúde. Conforme entendimento da maioria, Bendine tem direito de apresentar alegações finais e ser interrogado após os delatores do caso, fato que não ocorreu no processo.

Com a decisão, o processo deverá voltar para a primeira instância da Justiça Federal em Curitiba para um novo interrogatório e uma nova sentença.

, Segunda Turma do STF anula condenação de Bendine na Lava Jato, estabelecida por Moro
Presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine – Foto: Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

Bendine foi condenado em março de 2018 pelo então juiz Sergio Moro. Em junho deste ano, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, reduziu a pena de 11 anos para 7 anos e 9 meses de prisão, mas manteve a condenação, que poderia ser executada em breve com base na decisão do STF que autoriza a prisão após o fim dos recursos em segunda instância.

Agência Brasil

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal