Jaboatão promove audiência pública para exigir cumprimento da Lei da Aprendizagem

O encontro reuniu representantes de várias empresas com sede no município e que ainda não implementaram jovens aprendizes aos seus quadros

Publicado por: em 23 de agosto de 2019 - 13:42

Jaboatão

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e Superintendência Regional do Trabalho (SRT), promoveu, nesta quinta-feira (22), uma audiência pública para tratar da Lei da Aprendizagem. O encontro, realizado no auditório da Universidade dos Guararapes, reuniu representantes de várias empresas com sede no município e que ainda não implementaram jovens aprendizes aos seus quadros de funcionários e/ou que foram autuadas ou estão sob fiscalização.

O evento foi criado com o objetivo de conscientizar a sociedade como um todo, sobre o tema e cobrar do empresariado o cumprimento da cota que destina de 5% a 15% das vagas em organizações de médio e pequeno porte para aprendizes.

A Procuradora do Trabalho e coordenadora da Coordinfância do MPT, Jailda Pinto, destacou que “os altos índices de desemprego observados hoje no Brasil refletem a fragilidade do nosso sistema educacional. Ainda carregamos heranças da escravidão e todos nós, cada indivíduo de uma mesma sociedade, temos responsabilidade com nossos descendentes”.

O secretário-executivo de Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo do Jaboatão dos Guararapes, Daniel Pessoa, também se manifestou sobre o assunto. Ele afirmou: “Além de estarmos fiscalizando, temos criado medidas de estímulo ao cumprimento da Lei da Aprendizagem, como o selo Empresa Amiga do Jovem Aprendiz”.

A audiência contou, ainda, com a participação do coordenador do programa de combate ao trabalho infantil e de estímulo à aprendizagem em Pernambuco do TRT, desembargador Paulo Alcântara; da auditora fiscal da SRT, Simone Brasil; do coordenador do Caop do Ministério Público de Pernambuco, promotor Guilherme Lapenda; do juiz da Vara da Infância e da Juventude do Recife, Paulo Brandão; e da juíza da Vara da Infância do Jaboatão dos Guararapes, Cristiana Caribé.

Por: Comunicação / Jaboatão

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com