Nova delação de Palocci preocupa Lindbergh, que não tem foro privilegiado

O ex-senador não conseguiu a reeleição e nova delação de Palocci pode prejudicá-lo ainda mais

Publicado em 15 de agosto de 2019

Preocupação

Foto: Divulgação

A delação do ex-ministro Antônio Palocci fez ligar o alerta do ex-senador Lindbergh Farias, que já tem uma condenação em 2ª instância. Lindbergh não conseguiu a reeleição para o Senado, mesmo muitos aliados direcionando para que ele se candidatasse para o cargo de deputado federal ou estadual para ter mais chances de vitória.

Lindbergh não conseguiu a reeleição e com isso perdeu o foro privilegiado dado aos parlamentares que tem mandato. A delação já foi devidamente homologada pelo ministro Edson Fachin e implica diretamente o petista.

De acordo com o conteúdo delatado, Lindbergh, que nas planilhas de propina da Odebrecht recebeu o codinome “lindinho”, embolsou R$ 3,2 milhões da Odebrecht, que foram utilizados em sua campanha eleitoral.

Publicado Por:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com