MPPE investiga Nova Zona Azul Digital do Recife por sonegar emissão de nota fiscal

O serviço foi terceirizado pela Prefeitura do Recife à empresa Serttel Ltda., que possui 190 milhões de reais em contratos com as Prefeituras do Recife, Caruaru e Petrolina e com o Detran/PE

Publicado por: em 14 de agosto de 2019 - 11:51

Ver Perfil

Notas fiscais

Foto: Divulgação

O Ministério Púbico de Pernambuco está investigando a nova Zona Azul da Prefeitura do Recife, chamada de Zona Azul Digital por não está correspondendo a obrigatória emissão de notas fiscais. Por vender os cartões de estacionamento por meio de um aplicativo para celulares, mediante pagamento por cartões de crédito e de débito, já é alvo de pelo menos um inquérito instaurado pela 17. Promotoria de Justiça da Capital.
De acordo com a Portaria assinada pela promotora de Justiça Rosa Maria de Andrade, uma denúncia anônima encaminhada à Ouvidoria do MPPE revela que ao pagamento para uso das vagas de Zona Azul na Capital pernambucana não está correspondendo a obrigatória emissão de notas fiscais.
Fonte: Blog da Noelia Brito
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com