Mais 511 agentes da Polícia Civil são convocados pelo Governo do Estado

O efetivo deve ser alocado para as vagas existentes nas 272 unidades operacionais, entre delegacias e plantões de todo o estado a partir de janeiro de 2020

Publicado em 13 de agosto de 2019

Convocação

Foto: Divulgação/ SDS

Uma aula inaugural no Auditório Tabocas, do Centro de Convenções, em Olinda, deu início os trabalhos com os 511 agentes aprovados no concurso de agente da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) que iniciaram nesta segunda-feira (12) o Curso de Formação da Academia Integrada de Defesa Social (Acides).

Com esta convocação, Pernambuco passa a ter 1.131 agentes e mais de 6 mil policiais civis. A formação tem caráter eliminatório. Por isso, ao final do curso, pode ser que menos de 511 policiais integrem o efetivo. O Curso de Formação tem 716 horas/aula, e segue até 27 de dezembro.
O treinamento inclui disciplinas práticas e  teóricas, como Investigação Policial; Inteligência de Polícia Judiciária; Abordagem Policial; Armamento, Munição e Tiro; Direitos Humanos; Criminalística; Prática Policial; e Gerenciamento de Crises e Desastres. A formação acontece na Academia Integrada de Defesa Social (Acides), no bairro da Boa Vista, Centro do Recife.
É última fase do concurso que iniciou em 2016. Inicialmente, eram ofertadas 500 vagas. Em fevereiro do ano passado foram convocados 850 classificados no concurso para diversos cargos na Polícia Civil. Entre eles, 620 agentes. A partir do chamado da segunda turma, o número de novos agentes é mais que o dobro em relação ao previsto no edital. Esses 511 que iniciam na Academia são renascentes do certame.
Durante o período de duração do curso, os alunos têm direito a bolsa-formação de R$ 1.100. Ao fim da formação, os aprovados ficam habilitados para a nomeação e posse. Para o chefe da PCPE, Joselito Kehrle do Amaral, as nomeações valorizam a corporação.

Publicado Por:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com