Dívida do Ganhe o Mundo com escolas canadenses é debatida em Plenário

“O Ganhe o Mundo é um programa de excelência, que dá a jovens da rede pública estadual a oportunidade (que dificilmente eles teriam) de estudar fora do País.

Publicado em 12 de agosto de 2019

Fiscalização

Foto montagem

A dívida deixada por empresa de turismo que fazia o intercâmbio de alunos para o Canadá por meio do Programa Ganhe o Mundo voltou a ser tema de discurso da deputada Priscila Krause (DEM). Na Reunião Plenária desta quinta (8), ela revelou que algumas escolas do país norte-americano podem deixar de receber os estudantes pernambucanos por conta do débito de mais de 2 milhões de dólares canadenses com nove unidades de ensino, relativo ao período 2018-2019. O pronunciamento foi respondido pelo líder do Governo, deputado Isaltino Nascimento (PSB), que afirmou estar em curso um novo processo licitatório para o projeto.

“O Ganhe o Mundo é um programa de excelência, que dá a jovens da rede pública estadual a oportunidade (que dificilmente eles teriam) de estudar fora do País. Por isso a minha preocupação com a situação”, declarou Priscila. A parlamentar leu carta da diretora-executiva da Associação Canadense de Escolas Públicas – Internacional (Caps I), Bonnie McKie. É a mesma entidade que revelou os problemas com o programa no primeiro semestre deste ano.

O texto aponta que a agência You Turismo teria ganhado alguns dos lotes da nova licitação para o Ganhe o Mundo. Ainda de acordo com a Caps I, os donos dessa empresa seriam os mesmos da 2G Turismo,  que teria deixado de pagar as taxas cobradas pelas escolas canadenses e falhado em prestar a devida assistência aos estudantes.

Em razão disso, os membros da associação canadense declaram, na carta, que não irão receber os alunos do Ganhe o Mundo no período 2019-2020 se eles forem trazidos pela empresa You Turismo. “O Governo do Estado já tinha anunciado punições à empresa 2G Turismo em julho deste ano. A partir desses novos fatos, espero que novas atitudes sejam tomadas”, cobrou Priscila.

RESULTADO – Processo licitatório ainda não está concluído, disse Isaltino: “Se a empresa vencedora tiver relação com outras que foram punidas, não será aceita”. Foto: Roberto Soares

Na sequência, Isaltino Nascimento foi à tribuna explicar que o processo licitatório para as próximas viagens do Ganhe o Mundo ainda não está concluído. “Se, porventura, a empresa vencedora tiver relação com outras que foram punidas pelo que ocorreu nas edições anteriores do programa, a licitação será glosada, ou seja, ela não será aceita”, declarou o deputado. “Vamos aguardar o resultado final. Esperamos que as empresas com as quais houve problemas sejam punidas, como, inclusive, já foi determinado pela Justiça”, defendeu.

O líder governista ressaltou que esses problemas não ameaçam a continuidade do Ganhe o Mundo. “Estamos falando de um programa que já beneficiou 13 mil jovens, que deu aos melhores estudantes de cada escola a oportunidade de aprender espanhol, inglês e alemão em outros países. Nenhum gestor vai ter coragem de excluir essa ação no futuro”, avaliou o parlamentar.

Fonte; ALEPE

Publicado Por:

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com